Filed Under:  Tv & Novelas

Sem “Legendários”, fim de ano fica movimentado na TV aberta

30th novembro 2017   ·   0 Comments

Além do fim do programa de Marcos Mion, demissões no SBT, Amaury Jr. fora da Rede TV! e mudança nos sábados da Globo agitam a TV aberta

A Record confirmou na última quarta-feira (29) que o “Legendários”, programa apresentado por Marcos Mion, não continuará em 2018. No ar há oito anos, o semanal que conta com um elenco fixo que inclui Juju Salimeni e Mionzinho, irá ao ar pela última vez na TV aberta nessa sexta-feira (01). A Record não deu detalhes sobre o motivo para tirar a atração do ar, mas desde o começo deste ano o programa saiu dos sábados e foi colocado na sexta-feira à noite, o que prejudicou ainda mais a audiência, que oscila entre 5 e 6 pontos.

Marcos Mion comentou sobre o final de

Marcos Mion comentou sobre o final de “Legendários”, que sai da programação da Record depois de 8 anos

Foto: Reprodução/Instagram

Ainda assim, Mion segue na Record em 2018 e já está acertado como apresentador da segunda edição de “A Casa”, reality que já foi um fiasco em sua primeira temporada. Sem dar mais detalhes, a emissora informou ainda que o apresentador comandará, em 2018, “um novo núcleo de criação multiplataforma on demand, que vai incluir o desenvolvimento de atrações para novas mídias e investimentos do Grupo Record”. Apesar de mostrar o empenho da emissora no conteúdo on demand, a atitude é mais uma em uma série de mudanças que vem ocorrendo na TV aberta, mostrando preocupação dos canais com sua programação de variedades.

Cortes

O principal nome que pode (e deve) ter os dias contados é o “Pânico na Band”. Apesar de ainda não ter o fim decretado, a emissora já mostrou que não tem interesse em continuar com o programa, e seus criadores, incluindo Emílio Surita, buscam uma nova casa para o dominical que já fez parte da grade da Rede TV!.

Na Globo, a maior mudança na programação fica por conta de Angélica. A loira se despede do “Estrelas” em 2018. O programa terá apenas meia temporada, e se encerra no meio do ano, dando lugar a programação da Copa do Mundo. Apesar de rumores de que a emissora prepara outro programa para Angélica, seu retorno ao quadro “Vídeo Game” não teve o retorno aguardado e nada foi confirmado para a apresentadora após o “Estrelas”. O que gera mais uma dúvida: o que irá ocupar o horário. Atualmente, o programa antecede o “Caldeirão do Huck” e lidera a audiência do horário. A aproximação de Adriane Galisteu com a emissora poderia surgir como uma possibilidade para o tempo livre, mas nada está decidido.

Na Rede TV!, que luta para manter o mínimo de audiência em seus programas, uma grande baixa está por vir. O contrato de Amaury Jr. se encerra em dezembro e a emissora decidiu não renovar com o colunista social que já tem casa nova: a Band. O provável é que no canal paulistano ele apresente um programa nos moldes do que tem na Rede TV! e ainda leve consigo o maior patrocinador do programa.

No vermelho

Moacyr Franco foi demitido do SBT depois de mais de 20 anos na emissora de Silvio Santos

Moacyr Franco foi demitido do SBT depois de mais de 20 anos na emissora de Silvio Santos

Foto: André Giorgi

No entanto, ninguém sentiu as mudanças tanto quanto o SBT até agora. Com um de seus piores anos fiscais, a emissora se prende a boa audiência de Silvio Santos aos domingos e, em contrapartida, tem feito cortes em todos os outros programas e horários. É sabido que Silvio tira e coloca um programa no ar de acordo com seu gosto, mas esse ano viu o dono da emissora demitir alguns dos maiores nomes da casa, como Moacyr Franco.

Demitido na última semana, o humorista se mostrou ressentido com o corte, depois de mais de 20 anos na casa. Seu amigo e companheiro de “A Praça É Nossa”, Carlos Alberto de Nóbrega, também ficou chocado com a decisão e sentido pelo companheiro. Moacyr foi o principal nome a deixar o canal, mas não o único com tanto tempo de casa. Pouco antes Carlinhos Aguiar, colaborador de Silvio por 30 anos saiu sem receber explicações. O ator Jean Paulo Campos, revelado na emissora no papel de Cirilo em “Carrossel” também disse adeus ao canal.

Se essas mudanças no SBT não afetam a programação logo de cara, elas significam que novos ajustes devem ser feitos, seja para compensar as perdas ou para recuperar os programas com baixa audiência.

Renovação

Apesar desse fim de ano estar movimentado em todas as emissoras e mudanças serem comuns na programação com a chegada de um novo ano, 2017 tem sido atípico para todos. Seja por questões financeiras ou por necessidade de inovar a programação, parece que as principais emissoras se viram obrigadas a editar sua grade. Com isso, 2018 deve chegar com muitas novidades na TV aberta.

Readers Comments (0)