Filed Under:  Famosos

Entenda a confusão entre a namorada e os familiares de Marcelo Rezende

7th outubro 2017   ·   0 Comments

Jornalista morreu no último dia 16 de setembro, vítima de um câncer no pulmão e outro no pâncreas; filhos e namorada de Rezende brigam na Justiça

Marcelo Rezende morreu no último dia 16 de setembro, aos 65 anos. O jornalista lutava contra um câncer no pâncreas e outro no fígado, mas não resistiu e foi a óbito no hospital Moriah em São Paulo, deixando cinco filhos, de cinco relacionamentos diferentes e a namorada, Lu Lacerda.

Marcelo Rezende morreu no último dia 16 de setembro vítima de um câncer do pâncreas e outro no fígado

Marcelo Rezende morreu no último dia 16 de setembro vítima de um câncer do pâncreas e outro no fígado

Foto: Reprodução/Instagram 

Com a morte do jornalista, seus cinco filhos e Lu Lacerda passaram a brigar na justiça por conta da herança deixada por Marcelo Rezende, mas mesmo antes do falecimento do ex-apresentador do “Cidade Alerta”, da TV Record, as coisas já não andavam muito bem.

Em uma entrevista, Lu Lacerda revelou que os filhos de Rezende a proibiram de visitá-lo no hospital quando ele estava internado. Já depois da morte, eles trocaram as fechaduras da casa onde ela estava morando com o apresentador antes mesmo dele falecer.

Como muitos internautas defenderam a namorada de Marcelo Rezende, Diego Esteves, único filho homem do apresentador, fez algumas acusações conta Lu, como por exemplo, que ela teria comprado um aparelho de celular no valor de R$ 5 mil enquanto o pai estava em coma.

Lu Lacerda e Marcelo Rezende

Lu Lacerda e Marcelo Rezende

Foto: Reprodução/Instagram 

Através das redes sociais, Lu rebateu os comentários de Diego. “O filho não tinha conhecimento da minha vida de casal. Quero deixar bem claro a todos o seguinte: A confiança do Marcelo era tão grande a mim que eu tinha cartões, senhas e cheques. A compra do telefone foi realizada com autorização do Marcelo no domingo pois o meu aparelho havia dado pane. Vale ressaltar que não comprei na segunda-feira véspera da sua internação, porque a funcionária havia tirado folga, e na casa haviam prestadores de serviços (enfermeiros) sendo assim só pude realizar a compra na quarta-feira pela manhã (ahhh ele esqueceu de mencionar a compra de 3 malas para poder por minhas coisas, pois nem sacolinhas de mercado tiveram coragem de deixar para mim. Lamentável essa tentativa de defesa por parte dele”, escreveu ela.

Briga na justiça

As desavenças entre Lu e os filhos do jornalista foram parar na Justiça, isso porque todos eles têm bens de Marcelo Rezende para receber. Além disso, Giovanna, filha de Lu Lacerda de um relacionamento anterior, também deve receber herança do apresentador, que era como um pai para a menor de idade e ganhou homenagem da menina ao falecer.

Recentemente, foi divulgado que a divisão dos bens deixados por ele só deve ser definida daqui a três anos, ou seja, em 2020. Isso porque o magistrado responsável pela ação de partilha tende a só efetuar a conclusão da divisão do inventário quando todos os herdeiros forem maiores de idade e no caso de Rezende, sua filha mais nova, Valentina, tem 15 anos.

A família até pode optar por emancipar a menor, mas mesmo assim o magistrado deve aguardar 2020. Mas esse não é o único motivo para o adiamento dessa divisão.

Outra coisa que contribui para isso é o fato dos filhos mais velhos de Rezende já terem recebido muito mais bens do que Valentina quando o jornalista era vivo. Por conta disso, a Justiça entende que seja necessário analisar mais a fundo o que ficou antes de definir.

Também é importante lembrar que Marcelo teve cinco filhos com cinco mulheres diferentes. Todos eles podem reivindicar parte do que ele deixou de bens. Mesmo as ex-mulheres, se não tiver acontecido separação formal, também têm esse direito.

Desarmonia

Para que tudo ocorra bem, é precisou que tenha absoluta harmonia entre todos os herdeiros de Marcelo Rezende. Até agora, apesar da tensão que ganhou a mídia, não é possível dizer que esse processo vá ser conduzido em meio a um ambiente desarmônico. O tempo até a decisão final pode ajudar a abrandar mágoas e ressentimentos.

Readers Comments (0)