Filed Under:  Cultura

Justin Bieber, Lady Gaga e outros ícones da cultura pop censurados na China

23rd julho 2017   ·   0 Comments

Músicas, filmes e até mesmo personalidades já foram banidas do país por apresentar conteúdos ou se portar de maneira que o governo critica. Confira

Para quem pensava que a fase de bad boy de Justin Bieber tinha acabado, se enganou. O governo da China fechou as portas do país para o astro de pop alegando “mau comportamento” do cantor. Para os governantes em Pequim, o canadense apresentou uma série de comportamentos inadequados de maneira internacional – inclusive nas terras chinesas.

Sendo assim, o artista não poderá se apresentar temporariamente no país. A nota divulgada pelo Escritório Municipal de Cultura de Pequim ainda finalizou desejando que “Justin Bieber possa melhorar as suas palavras e comportamentos à medida que amadurecer e se transformar em um verdadeiro cantor pop“.

Justin Bieber, que realizou shows no Brasil este ano, foi proibido de entrar na China por

Justin Bieber, que realizou shows no Brasil este ano, foi proibido de entrar na China por “mau comportamento”

Foto: Capital FM / Reprodução

Apesar de surpreender o universo do pop com a censura a um dos grandes ícones do momento, Justin Bieber não foi o único astro a ser censurado pelo governo chinês. Com filmes, músicas e até mesmo personalidades, os chineses já passaram a caneta em diversos vistos barrando suas entradas no país.

Relembre outros sete casos semelhantes:

Rolling Stones

A banda teve algumas de suas canções censuradas em show na China

A banda teve algumas de suas canções censuradas em show na China

Foto: Divulgação

Uma das bandas de rock mais famosas do mundo, os Rolling Stones, assim como Justin Bieber, também foram censurados na China. Apesar de terem conseguido entrar no país para fazer o seu show em 2003, algumas canções tiveram que ser cortadas da programação por conta da desaprovação do governo chinês. Foi o primeiro show que o grupo conseguiu realizar no país em, Brown Sugar, Hooky Tong Woman, Beast of Burden e Let’s Spend the Night Together tiveram que ser deixadas de lado. Essa, entretanto, não foi a única censura sofrida: o álbum “40 Licks”, que celebra o 40º aniversário da banda foi o primeiro disco a ser lançado oficialmente em território chinês – mas apenas depois que as mesmas canções fossem retiradas da coletânea.

Brad Pitt

Brad Pitt voltou ao país somente vinte anos depois do lançamento de

Brad Pitt voltou ao país somente vinte anos depois do lançamento de “Sete Anos no Tibet”

Foto: Frazer Harrison / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

O longa “Sete Anos no Tibet” rendeu a Brad Pitt uma confusão gigantesca com o governo chinês em 1997. O ator interpretou o tutor austríaco do Dalai Lama e os dirigentes de Pequim não gostaram da forma como o país e os soldados chineses teriam sido retratados na obra. Entretanto, os anos passaram e o artista resgatou boas relações com o governo e pôde voltar vinte anos depois ao país, no ano passado, o ator esteve no país e, inclusive, deu autógrafos para os seus fãs.

Miley Cyrus

A cantora publicou uma fotografia que não agradou os chineses

A cantora publicou uma fotografia que não agradou os chineses

Foto: Divulgação

A cantora Miley Cyrus parece estar vivendo uma fase mais tranquila em sua carreira comparada aos tempos de We Can’t Stop. Apesar de Malibu estar comandando seus novos rumos atualmente, a cantora já foi uma pessoa non-grata em alguns lugares, como na própria China. A artista publicou uma fotografia em 2009 ao lado de amigos em que esticava os olhos em referência à população asiática de maneira irônica. A publicação não foi bem recebida pela Organização de Americanos Chineses dos Estados Unidos, considerando a imagem ofensiva e, mais tarde, o país resolveu banir a artista por um tempo do país.

“O Código da Vinci”

Por seu conteúdo religioso%2C a obra foi censurada em diversos países%2C incluindo a própria China

Por seu conteúdo religioso, a obra foi censurada em diversos países, incluindo a própria China

Foto: Reprodução

O livro de Dan Brown fez um sucesso mundial quando foi lançado e em 2006 surgiu o longa baseado na obra. Sucesso nas bilheterias, o filme gerou polêmica com alguns grupos religiosos e até mesmo alguns protestos foram organizados contra a exibição da obra. Apesar de ter conseguido romper certas barreiras, alguns países, como a China, proibiu a obra, ao lado de outras nações como Egito, Índia, Sri Lanka, Jordânia, Samoa e Filipinas.

“Alien: Covenant”

O beijo censurado é protagonizado pelo mesmo ator durante o longa

O beijo censurado é protagonizado pelo mesmo ator durante o longa

Foto: Reprodução

O mais recente filme da franquia “Alien” também foi uma das obras censuradas pelo governo chinês este ano. Tendo sido lançado em junho deste ano, a cena de beijo gay de Michael Fassbender. A cena mostra os dois ciborgues Walter e David, interpretado pelo mesmo ator e foi cortada do longa reduzindo o tempo do filme. Além dela, cenas que envolviam sangue também foram descartadas para que a obra pudesse fazer sua estreia no país.

Master Of Puppets

Hit do Metallica foi deixada de lado durante primeira apresentação do grupo no país

Hit do Metallica foi deixada de lado durante primeira apresentação do grupo no país

Foto: Divulgação

Para o povo ocidental, Master Of Puppets é um hino da banda Metallica. A música que dá o nome ao terceiro álbum de estúdio da banda de 1986, que inclusive chegou a ganhar disco de platina na Australia, Estados Unidos, Canadá e Finlândia, não pôde ser executada na China quando a banda fez a sua passagem pelo país. Pela primeira vez no território chinês em 2013, a canção teve que ser cortada por ser muito subversiva. Entretanto, a banda ousou e tocou apenas alguns acordes da icônica canção.

Lady Gaga

A cantora participou de um evento com o Dalai Lama e o encontro foi mal visto pelo governo chinês

A cantora participou de um evento com o Dalai Lama e o encontro foi mal visto pelo governo chinês

Foto: Reprodução/Instagram

Outra celebridade da música assim como Justin Bieber também enfrentou maus lençóis com o governo chinês. O ícone do pop, Lady Gaga, também teve suas visitas ao país barradas – mas diferentemente do canadense, não foi por mau comportamento, mas por más alianças, segundo a visão de Pequim. A cantora – e toda a sua produção cultural – foi banida do país após um encontro com a liderança religiosa Dalai Lama, evento que foi visto como uma aliança à discussão da independência do Tibet no país. Apesar da medida drástica, essa não foi a primeira vez que o governo estranhou a artista. Algumas canções de Lady Gaga haviam sido proibidas anteriormente no país por conta das suas letras terem sido consideradas inadequadas.

Readers Comments (0)





Procurar

Follow Us!