Filed Under:  Tv & Novelas

Público cansa de maldade em novela e ‘A Regra do Jogo’ não decola

2nd outubro 2015   ·   0 Comments

Audiência da trama escrita por João Emanuel Carneiro já é considerada a pior na história da faixa das 21h. Descubra oito motivos pelos quais novela não emplacou ainda

Rio – Desde a estreia, em agosto, “A Regra do Jogo” tem atingido uma média de 20 pontos. Mesmo estando ainda no começo, a novela já está marcada como a pior audiência da faixa das 21h de todos os tempos, na corrida contra “Os Dez Mandamentos”. Agora, diretores e roteiristas correm atrás de soluções para reconquistar o público.

Mas o que causou esse fracasso? A culpa é do público ou da novela? Confira alguns motivos pelos quais “A Regra do Jogo” ainda não emplacou

Personagens pouco definidos
A confusão entre quem é “mocinho” e “vilão” sempre foi uma das propostas de João Emanuel Carneiro. A própria prévia da novela mostrava o protagonista Romero (Alexandre Nero) “virando a casaca” e deixando no ar de que lado ele estava. Porém a ideia não vingou e o público parece não gostar de não saber para quem torcer.

Falta de explicação sobre o que é a facção acaba deixando a trama confusa

Falta de explicação sobre o que é a facção acaba deixando a trama confusa

Foto: Divulgação

Humor sem graça
O núcleo com intenção cômica, a família de Feliciano (Marcos Caruso), também não parece agradar e tem rendido diversas comparações com a família liderada por Tufão (Murilo Benício) em Avenida Brasil – um dos maiores sucessos da emissora até hoje.

Muitas dúvidas
Outro motivo da insatisfação – que ainda não é considerada rejeição do público, mas sim falta de empolgação – é o grande número de dúvidas. Como por exemplo: o que é a facção criminosa de Romero? Ou se é uma seita? Como eles funcionam? Qual o objetivo? O interesse do público diminui por ter um contexto quase incompreensível.

Qual a graça de acompanhar uma novela se o casal de mocinhos já começa junto?

Qual a graça de acompanhar uma novela se o casal de mocinhos já começa junto?

Foto: Divulgação

Muitos núcleos
Com quase 50 personagens (por enquanto), a grande quantidade de núcleos também é um dos pontos que torna a novela confusa e até cansativa. Normalmente um elenco mais enxuto e com histórias melhor desenvolvidas são mais aceitos e podem ser mais trabalhados.

Escalação duvidosa
Apesar de elogios à performance de Alexandre Nero como Romero, sua ligação com o Comendador de Império, exibida até março de 2015, ainda é muito forte. Ninguém duvida da capacidade de Nero de ser um ótimo protagonista, mas tê-lo feito tão recentemente não permite que o público veja Romero como um novo e diferente personagem

Pouca expectativa
Qual a graça de acompanhar uma novela se o casal de mocinhos já começa junto? Quando já tem cena de sexo deles logo no primeiro capítulo? Aparentemente a falta de expectativa por um primeiro encontro ou um primeiro beijo do casal principal também é um dos motivos pelos quais “A Regra do Jogo” não conseguiu emplacar.

Público está confuso e não sabe para quem torcer

Público está confuso e não sabe para quem torcer

Foto: Reprodução

Público cansado
O que dizem por aí é que o público cansou desse tipo de novela. Do tipo muito atual, com muita maldade, mas com muita coisa da vida real. Parece que sentem falta de histórias mais lúdicas, que contrastem com o dia a dia que já vivem. Não por acaso, a escolhida para substituir “A Regra do Jogo”, “Velho Chico”, começará lá nos anos 60, às margens do Rio São Francisco.

Reta final de Os Dez Mandamentos
Já há algum tempo, “Os Dez Mandamentos” da Record tem alcançado números cada vez melhores na audiência. Porém agora, na reta final, somando todos os fatores listados acima com motivos para o público estar com um pé atrás com “A Regra do Jogo”, não surpreende que o folhetim bíblico esteja “roubando” a audiência do horário nobre.

Readers Comments (0)