Filed Under:  Esportes

‘Messi é nosso líder, não buscamos outro’, diz Luis Enrique

20th outubro 2015   ·   0 Comments

Treinador descarta que lesão do craque abra espaço para contratação

Espanha – O técnico do Barcelona, Luis Enrique, afirmou nesta segunda-feira que não acredita que Neymar assumiu o papel de novo líder da equipe na ausência de Lionel Messi, fora dos gramados devido a uma lesão no joelho esquerdo. “Tentamos trabalhar como grupo. Temos nosso líder, Lionel Messi, não buscamos outro constantemente”, afirmou o treinador na chegada do Barcelona à Bielorrússia, onde nesta terça-feira enfrenta o BATE Borisov, pela terceira rodada da Liga dos Campeões.

Luis Enrique afirmou que o Barça não procura alguém para o lugar de Messi

Luis Enrique afirmou que o Barça não procura alguém para o lugar de Messi

Foto: Efe

Luis Enrique quis tirar a responsabilidade de comandar a equipe de Neymar, autor de quatro gols e uma assistência na vitória sobre o Rayo Vallecano, última partida da equipe pelo Campeonato Espanhol. Apesar de o Barcelona liderar o grupo E da ‘Champions’, o técnico lembrou que a equipe está apenas um ponto à frente do Bayer Leverkusen e do próprio BATE. E destacou que a vitória por 5 a 0 conquistada sobre o clube bielorrusso há quatro temporadas não servirá de nada para o duelo de terça.

“O que ocorreu há quatro anos não é nenhuma referência para amanhã. O BATE na segunda rodada venceu a Roma (por 3 a 2) e é essa a referência que levamos em conta. Esperamos uma partida complicada”, afirmou o comandante do clube catalão, aproveitando também para falar sobre um dos problemas da equipe na primeira metade da temporada: o setor defensivo.

“O importante é a trajetória em toda a temporada. Sabemos que temos que melhorar, mas, quando sofremos muitos gols, em nenhum caso a culpa é da defesa, é de toda a equipe e do treinador. Tentamos buscar soluções coletivas e estamos trabalhando a cada semana”. Por fim, o técnico do Barcelona preferiu não falar sobre a nova multa imposta pela Uefa (de 40 mil euros) ao clube pela exibição de bandeiras pró-independência da Catalunha no último jogo da ‘Champions’ contra o Leverkusen no Camp Nou. “Nos mantemos à margem de qualquer situação que não seja esportiva. Esperamos que o tema das bandeiras seja resolvido da melhor maneira, mas é algo que não posso controlar”, concluiu.

Readers Comments (0)