Filed Under:  Notícias

Conheça o novo celular que serve apenas para ligações

23rd setembro 2015   ·   0 Comments

Há uma possibilidade de que você, que está lendo esta matéria, já tenha usado tanto seu smartphone com seus infinitos aplicativos e redes sociais que você já tenha até ficado farto de tudo isso. A distração é enorme, e parece ser cada vez maior a tentação de parar tudo o que você esteja fazendo para checar qualquer notificação inútil que faça seu telefone acender e apitar. Se você, assim como eu, sente-se dessa maneira, há uma esperança: o mercado parece estar começando a perceber isso.

Uma companhia suíça chamada Punkt acaba de lançar um celular tão básico que chega a chamar a atenção: tudo o que ele faz é enviar e receber chamadas, salvar contatos e guardar lembretes em um calendário. O modelo MP 01 tem uma pequena tela monocromática, grandes botões circulares e um formato arredondado que facilita o manuseio.

Sim, parece mesmo com aqueles celulares do começo da década de 2000. E é isso aí mesmo: nada de aplicativos, banda larga e fotos em alta resolução (esqueça as selfies!). “Acho que ter uma vida ‘sempre conectada’ é algo ainda pior do que manter uma péssima dieta”, disse Petter Neby, fundador do Punkt, em entrevista ao jornal britânico The Guardian.

“Todos os dias, nós consumimos mais lixo”, continua Neby, defendendo sua filosofia. “E estamos cada vez mais afastados da vida real e da habilidade de lidar com situações cara-a-cara. Olhe ao seu redor. É o problema social de nossa geração”, diz.

Image mp-01-1024x614.jpg

O MP 01 tem pouquíssimos recursos. E a ideia é justamente essa. (Divulgação)

Só que, aparentemente, produzir um celular extremamente simples ficou tão caro que o preço até assusta: o MP 01 está à venda no Reino Unido por assustadoras 219 libras – mais de R$ 1,3 mil na cotação atual.

“Sabemos que não estamos aí para substituir o iPhone”, diz o empresário. “Mas, conforme smartphones ficam cada vez maiores e mais robustos, sobra espaço para algo menor e mais simples, sem todas as funções.”

Readers Comments (0)