Filed Under:  Moda

Sapatos: prazer e dor através dos tempos

9th julho 2015   ·   0 Comments

Exposição em Londres explora os diferentes significados atribuídos ao acessório e mostra ao público sapatos de variados modelos e épocas históricas, veja as imagens

As aficionadas por sapatos vão se emocionar com a novidade: o museu de arte e design Victoria & Albert, em Londres, inaugurou neste mês de junho a exposição “Shoes: Pleasure & Pain” (no português, Sapatos: Prazer e Dor), que fica no local até ;janeiro de 2016.

Idealizada para explorar as diferentes sensações trazidas pelo acessório, da agonia à euforia, a exposição mostra ao público aproximadamente 250 pares, criados em diferentes países e épocas históricas, do modelo folheado a ouro, feito no Egito em 1550 antes de Cristo, ao modelo futurístico, criado com tecnologia de impressora 3D.

Também estão por lá sapatos pertencentes à personalidades como Rainha Victória, Marilyn Monroe e Sarah Jessica Parker – a eterna Carrie Bradshaw, personagem da série Sexy and The City, ícone fashion das apaixonadas pelo item.

“Sapatos são um dos mais expressivos aspectos do vestuário. Lindos e esculturais, eles também são poderosos indicadores de gênero, status, identidade, gosto e até preferência sexual. Os sapatos que escolhemos ajudam a projetar a imagem de quem queremos ser” declara a curadora Helen Persson sobre o tema escolhido para a exibição, que ocupa dois andares do museu.

O primeiro deles se divide em três temas: transformação, status e sedução. Em transformação, é trabalhada a forma como os sapatos aparecem em mitos e lendas – a história de Cinderela é uma delas. Status aborda o uso histórico de sapatos como representação de poder e privilégio. Por fim, em Sedução o acessório aparece como expressão de empoderamento sexual ou como simples fonte de prazer.

O segundo andar se dedica ao processo de produção, desembrulhando as etapas de elaboração. Nesse setor estão exibidos esboços de designers, materiais, enfeites e até restos de sapatos, como os restos dos modelos criados por H. & M. Rayne para a princesa Diana. Máquinas e ferramentas de produção também estão à mostra nesta seção.

++ Veja na galeria uma pequena amostra do que pode ser encontrado por lá:

Sapato estilo "Geta" de dois dedos, Japão, por volta de 1920

Sapato estilo “Geta” de dois dedos, Japão, por volta de 1920

Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum

Sapato

Sapato “slap-sole”, Inglaterra, por volta de 1640. Acervo do Southends Museums a mostra na exposição “Shoes: Pleasure and Pain”

Foto: Divulgação/Southends Museums

Modelo tradicional chinês, Sapato de lotus, China, Século 19

Modelo tradicional chinês, Sapato de lotus, China, Século 19

Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum

Sapato folheado em ouro, Índia, Século 19

Sapato folheado em ouro, Índia, Século 19

Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum

"Desert Boots", Clarks, 1994

“Desert Boots”, Clarks, 1994

Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum

"InvisbleNakedVersion" de Andreia Chaves, 2011

“InvisbleNakedVersion” de Andreia Chaves, 2011

Foto: Divulgação/Andrew Bradley

Plataforma conhecida como "Chopine" revestido em pelica, Ítalia, aproximadamente em 1600

Plataforma conhecida como “Chopine” revestido em pelica, Ítalia, aproximadamente em 1600

Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum

Sapato de casamento feito em ouro e prata sob madeira, Índia, data por volta de 1800

Sapato de casamento feito em ouro e prata sob madeira, Índia, data por volta de 1800

Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum

Sapato "papagaio" da designer Caroline Groves, 2014

Sapato “papagaio” da designer Caroline Groves, 2014

Foto: Dilvugação/Dan Lowe

Sandália dourada egípcia esculpida em couro e papiro

Sandália dourada egípcia esculpida em couro e papiro

Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum

Sapato de Roger Vivier para Christian Dior, feito em seda e couro

Sapato de Roger Vivier para Christian Dior, feito em seda e couro

Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum

Readers Comments (0)