Filed Under:  Notícias

Conheça o novo tablet criado para a população prisional dos Estados Unidos

17th julho 2015   ·   0 Comments

Nesta semana, a JPay, uma empresa que presta serviços para detentos, apresentou um tablet criado para a população prisional dos Estados Unidos. Feito em plástico, o aparelho chamado JP5mini permite a comunicação segura com familiares, de acordo com a companhia.

O produto tem preço sugerido de 70 dólares, algo como 220 reais, em conversão direta. Atualmente, cerca de 2 milhões de pessoas que estão presas atualmente nos EUA.

JP5mini-01

Baseado no Android, o aparelho tem um boot loader que a JPay diz ser seguro. Ou seja, nada de “jailbreak” nesse tablet. Para isso, ele também tem um kernel de Linux adaptado com recursos adicionais de segurança e um um chip RFID.

Lançado há alguns anos, o modelo anterior da JPay, o JP4, é usado hoje por mais de 60 mil detentos, mas ele não possuía Wi-Fi, diferentemente do novo tablet da marca.

Se você pensa que o gadget vai dar acesso pleno à comunicação com o mundo lá fora, você está enganado. Não há um navegador de internet, nem Facebook, nem Twitter, nem nenhuma outra rede social. A JPay também monetiza as interações com os familiares do detento. Por exemplo, para ler seis e-mails, é preciso comprar 2 dólares de créditos.

A tela do JP5mini é pequena para um tablet: 4,3 polegadas. Fora isso, ele tem conexão Wi-Fi, 32 GB de armazenamento interno e vai oferecer acesso a músicas, bate-papo e e-mails – tudo controlado pela JPay. Músicas com letras agressivas, por exemplo, não poderão ser ouvidas.

“Nossa missão é educar e reabilitar infratores para reduzir a reincidência”, informou a empresa ao TechCrunch. “A tecnologia desempenha um papel vital em correções e estamos orgulhosos de oferecer tablets que mantêm as pessoas conectadas e de ajudar os presos se tornarem membros produtivos da sociedade, uma vez que sejam libertados.”

Em uma reportagem de 2012, a Bloomberg chamou a JPay de Apple do sistema prisional. Isso porque a empresa é responsável por boa parte da tecnologia de comunicação presente nas cadeias dos Estados Unidos.

Via TechCrunch

Readers Comments (0)